NOVIDADES
Brasil vira hub de marketing da Petronas
As decisões de marketing da malaia são da companhia em São Paulo.
03/08/2016

Desde a segunda quinzena de julho, as decisões de marketing da área de lubrificantes da malaia Petronas na América Latina são tomadas do escritório da companhia em São Paulo. O País virou um hub para os principais mercados da empresa como Argentina, Colômbia, Chile, Peru e Canadá.

Além disso, o Brasil passa a liderar o processo de reestruturação da marca nos Estados Unidos e coordenar o início das operações no México. “O que estamos fazendo neste momento é redesenhar a estratégia global tendo em vista que cada um desses mercados está em um estágio diferente”, diz Luiz Sabatino, recém-promovido a head de marketing para as Américas.
Com passagens por Shell, Visa e Coca-Cola, o executivo é responsável pela estratégia de marketing no Brasil desde a chegada da empresa ao País, em 2012. Desde então, o market share passou de 8,9% para 11% neste ano. De acordo com o Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicon), a empresa está na quinta posição do mercado lubrificantes em um ranking liderado por BR, Cosan, Ipiranga e Texaco.
Segundo Sabatino, a previsão de investimentos em marketing para o país neste ano é de R$ 23 milhões. “O Brasil acabou se tornando um mercado emblemático para a companhia tendo em vista que crescemos sem ter distribuição em postos de gasolina”, conta. Recentemente, a Petronas lançou sua principal campanha para o ano. Criada pela Átomo Comunicação, agência da marca desde 2013, a ação promove o novo Petronas Syntium e tem
foco no consumidor final.
A Petronas é parceira e patrocinadora da Mercedes-Benz, equipe que lidera a Fórmula 1 neste ano com os pilotos Lewis Hamilton e Nico Rosberg.