Futebol Feminino
Antarctica

Guaraná Antarctica convoca marcas para apoiar o futebol feminino no Brasil

Marca de refrigerante faz mea-culpa e cria iniciativa para dar mais visibilidade para a modalidade. Três atletas da Seleção entram em campo nessa ação, que ainda conta com doação ao movimento Joga Miga

Todo grande evento esportivo merece uma convocação. Afinal, é nas grandes competições que encontramos as melhores atletas de todo o mundo. E no ano do principal torneio de futebol feminino do planeta, Guaraná Antarctica veste a camisa da Seleção Brasileira e convoca outras marcas para um movimento de apoio ao futebol feminino no país. Se a modalidade é a mais amada pelo brasileiro, não existe momento melhor para mostrar que a equipe feminina também é um orgulho da nação, ou melhor, “É Coisa Nossa”. Ou você ainda acha que as mulheres não sabem jogar ou até mesmo participar de uma propaganda?

Quando o assunto é futebol, ainda é comum ver uma valorização maior dos homens em relação às mulheres. A maior competição da modalidade está perto de começar e quantas propagandas com a participação das atletas você já assistiu? Se o assunto fosse o time masculino, a resposta seria: “Várias”. Mas como estamos falando da equipe feminina... 

E para mudar esse panorama, Guaraná Antarctica, patrocinador das seleções brasileiras masculina e feminina de futebol há 18 anos, assume o papel de um bom treinador e inicia a busca por um time ideal para apoiar o futebol feminino. Ao admitir que usou pouco as esportistas mulheres em suas próprias propagandas, a marca quer incentivar outras empresas a abrir as portas para as jogadoras em suas campanhas. Talentosas dentro de campo, elas também podem representar qualquer marca longe das quatro linhas. E para ajudar nessa convocação, nada melhor do que chamar algumas especialistas no assunto. Por isso, a marca de refrigerante conta com a atacante Cristiane, a meia Andressinha e a lateral-direita Fabi Simões nessa campanha.

“Neste ano, Guaraná Antarctica tem a proposta de valorizar tudo o que o Brasil tem de bom, tudo o que É Coisa Nossa. E uma das coisas boas do país é o futebol feminino. Queremos mostrar para as pessoas todo o potencial dessas meninas, todo o sucesso que elas já alcançaram e tudo o que ainda podem alcançar”, afirmou Daniel Silber, gerente de marketing de Guaraná Antarctica.

Convidadas por Guaraná Antarctica, as três atletas estiveram em um ensaio fotográfico simulando a participação em propagandas de diversos segmentos, como beleza, produtos esportivos, cartão de crédito, entre outros. A ideia é que essas imagens sejam negociadas com as marcas interessadas e que o valor arrecadado com a venda seja dividido entre as jogadoras e o Joga Miga, um projeto sem fins lucrativos, que conecta mulheres que querem jogar futebol.

“É sempre muito importante quando uma marca abre espaço para o futebol feminino no Brasil. Mesmo com todo o sucesso nos últimos anos, ainda não existe muito espaço para as jogadoras. Com essa iniciativa, esperamos que essa situação mude”, declarou a atacante Cristiane.

Para a lateral-direita Fabi Simões, o futebol feminino no Brasil é muito maior do que apenas uma só atleta ou a Seleção. “Temos diversas jogadoras que lutam por um espaço, e ter o apoio das marcas ajuda muito a abrir caminho para as mais jovens, que buscam mais visibilidade”, destacou a atleta.

“Precisamos cada vez mais de iniciativas e oportunidades como essa. O Brasil está cheio de talentos e atletas que buscam uma oportunidade. Mas, muitas vezes, por falta de apoio, elas precisam desistir. Agora, esperamos que essa situação mude”, completou a meia Andressinha.

“Uma das principais preocupações do futebol feminino no Brasil sempre foi com a falta de apoio. O Joga Miga surgiu para dar mais visibilidade para a modalidade em diversas frentes, seja na prática esportiva, seja com análises, tornando os times e atletas profissionais mais visíveis, ou com ações digitais colaborativas. Contar com essa iniciativa, ajuda não somente o nosso projeto, mas toda a modalidade”, disse Nayara Perone, responsável pelo projeto.

E nessa seleção de marcas, não existe limite de convocados. A ideia é juntar o maior número de parceiros para apoiar essa causa. Para participar, as empresas podem escolher as imagens no Instagram de Guaraná Antarctica e entrar em contato com a marca também pelas redes sociais.

A ação, criada pela AlmapBBDO, é contada no filme chamado Seleção Feminina “É Coisa Nossa”

Ficha Técnica
Cintia Gonçalves
CSO
Luiz Sanches
CCO
Keka Morelle
DIRETOR EXECUTIVO DE CRIAÇÃO
Diego Villas Bôas
RTVC
Equipe Raw Audio
PRODUTOR
André Gola
DIRETOR EXECUTIVO DE CRIAÇÃO
Bruno Prosperi
DIRETOR EXECUTIVO DE CRIAÇÃO
Cine X
FINALIZAÇÃO
Mariana Taborda
APROVAÇÃO
Sergio Katz
PLANEJAMENTO
Beatriz Scheuer
PLANEJAMENTO
Haroldo Paro
MÍDIA
Marcelo Venceslau
PRODUÇÃO DIGITAL
Daniel Silber
APROVAÇÃO
Ana Clara Grana Costa
ATENDIMENTO
Equipe Cine
PRODUÇÃO
Henrique Del Lama
CRIAÇÃO
Raw Audio
PRODUTORA DE ÁUDIO CASE
Rodrigo Falcão
PRODUÇÃO DIGITAL
Felipe Ghiotto
APROVAÇÃO
Fernando Duarte
CRIAÇÃO
João Branco
DIRETOR DE FOTOGRAFIA
Fernanda Sepulbeda
ATENDIMENTO
Yuri Abduch
PLANEJAMENTO
Mayra Otsuka
GERENTE DE PRODUTOS
Heloisa Lima
MÍDIA
Hilton Raw
MAESTRO
Rafael Campregher
MÍDIA
Raul Doria
PRODUTOR EXECUTIVO
Cine Cinematográfica
PRODUTORA DE FILME
Marcelo Nogueira
DIRETOR EXECUTIVO DE CRIAÇÃO
Camila Oliveira
MÍDIA
André Pollner
MÍDIA
Rhebling Junior
FOTOGRAFIA
Cris Vida
DIREÇÃO
Caio Moura
PRODUÇÃO DIGITAL
Pernil
DIRETOR EXECUTIVO DE CRIAÇÃO
Paula Pompeo
ATENDIMENTO
Adriana Monteiro
ATENDIMENTO
Vera Jacinto
RTVC
Maysa Oliveira
ATENDIMENTO
Deo Borba
PRODUTOR EXECUTIVO
Fernanda Mormanno
ATENDIMENTO
Rafael Miranda de Azevedo
RTVC
Marcos Falcão
PRODUÇÃO DIGITAL
Hingrit Nitsche
ATENDIMENTO
MAIS DE ALMAPBBDO