NOVIDADES
Contactless card payment
Em Londres, artista de rua já aceita cartão como alternativa
29/05/2018

Em alguns países nórdicos e europeus, os artistas de ruas já enfrentam os efeitos da transição para uma sociedade cashless.Sem ter como contribuir - o que tem chamado a atenção de organizações e governos em cidades em que a malha de artistas de rua constituem uma importante atração turística.

Para resolver este problema, Londres buscou uma solução de contactless payment acessível à realidade dos seus artistas. Como alguns pequenos negócios e instituições de caridade, trata-se de um perfil que, em geral, não tem condições de arcar com os custos dos meios de pagamento tradicionais. Assim, a cidade procurou empresas para pensar em uma alternativa.

Agora, um pequeno leitor é conectado ao celular do músico, que configura um valor e pode receber pagamentos com cartão ou dispositivos NFC. A aplicação foi feita em parceria com a sueca iZettle, adquirida pela PayPal recentemente, e a organização Busk in London?—?e há a possibilidade de que o programa, se bem sucedido após sua extensão pela capital, seja levado para outras cidades e países.

“I believe if street performers like myself don’t adapt to the cashless society we are edging towards, we’re at risk of becoming a dying art”?—?Charlotte Campbell, uma das artistas que participaram dos testes do sistema londrino.

Artistas que participaram do período de testes do programa se mostraram empolgados com a ação. A novidade despertou o interesse do público e houve um impacto positivo nas contribuições: “More people than ever tap-to-donate whilst I sing, and often, when one person does, another follows”, disse Campbell.


Crédito imagem: Seb Barsoumian on Unsplash