Leia para uma Criança
Itaú

Para entreter crianças em casa, bot do WhatsApp distribui livros infantis do Leia para uma Criança em PDF

Apenas no último fim de semana, projeto já atingiu 6,8 milhões de mensagens trocadas com 565 mil pessoas. Foram 2.88 milhões de livros entregues

Em meio ao cenário atual em que a recomendação de diversos órgãos de saúde pública é que as pessoas fiquem em casa, o Itaú Unibanco vem estudando diversas medidas para auxiliar a sociedade a evitar a propagação da COVID-19. Ficar com os pequenos nesse período em que o recomendado é o isolamento social, pode ser um desafio: muitas vezes faltam tarefas e distrações para que eles se entretenham, aprendam e divirtam nesse tempo livre. Em busca de disponibilizar uma atividade e democratizar ainda mais o acesso à leitura na primeira infância, o Itaú Unibanco retomou o compartilhamento de livros infantis do programa Leia para uma Criança em formato digital e gratuito, via WhatsApp.

Sete títulos da coleção digital estão disponíveis na ação. Para receber os livros em seu celular, basta enviar uma mensagem para o número do bot: (11) 98151-1078. Os usuários recebem a opção de baixar apenas um título ou os sete disponíveis. Em formato PDF, eles podem ser compartilhados com outros contatos e acessados de qualquer smartphone.

A ação é fruto de uma parceria entre Itaú Unibanco e Fundação Itaú Social, que distribuem, todos os anos, livros físicos gratuitos por meio do Leia para uma Criança; a Take, líder brasileira no mercado de chatbots e contatos inteligentes, responsável pelo desenvolvimento do bot; a agência DPZ&T e o Facebook.

Os títulos disponíveis são:  “O Cabelo da Menina”, de Fernanda Takai; “Meu Amigo Robô”, de Giselda Laporta Nicolelis; e “As Bonecas da Vó Maria”, de Mel Duarte – parte da coleção “Garotas Incríveis”, escritas e ilustradas por mulheres – além de “A canção dos pássaros“, de Zeca Baleiro; “Azizi, o Menino viajante“, de Conceição Evaristo; “A Menina das Estrelas“, de Tulipa Ruiz, e “O Menino e o Foguete”, de Marcelo Rubens Paiva.

O bot faz parte do festival #LeiaEmCasa, que busca contribuir com alternativas de entretenimento doméstico para as crianças – que muitas vezes estão em confinamento dentro de casa junto a pais que estão trabalhando de forma remota. A ideia é utilizar a leitura como instrumento de entretenimento familiar. Além dos vídeos, também estão previstos para as próximas semanas conteúdos especiais e títulos digitais inéditos.

O Leia para uma Criança é um programa de incentivo à leitura na primeira infância criado pelo Itaú e pela Fundação Itaú Social, que promove que “quando você lê para uma criança ela pode buscar o futuro que quiser”. Em 2020 ele completa 10 anos, e desde sua criação já distribuiu mais de 57 milhões de livros físicos pelo país. O programa seleciona anualmente livros infantis por meio de edital – as obras passam por uma curadoria de especialistas e as escolhidas são distribuídas gratuitamente no segundo semestre.

Além disso, a campanha conta com uma coleção de livros digitais gratuitos, assinados por autores e ilustradores convidados pelo banco. Os títulos distribuídos via Whatsapp fazem parte dessa coleção, que tem ao todo 13 livros – disponíveis no site https://www.euleioparaumacrianca.com.br/.

Na primeira etapa de distribuição de livros infantis do Leia para uma Criança pelo WhatsApp, feita no segundo semestre de 2019, mais de 800 mil pessoas acessaram o bot e mais de 2,6 milhões de downloads foram feitos.

 Criadora do bot, a Take é uma das únicas official solution provider para o WhatsApp Business API no mundo, o que significa que ela tem autorização para usar a API oficial da plataforma para criar chatbots para marcas e empresas. A empresa já bateu a marca de 260 milhões de mensagens trafegadas no WhatsApp, desde agosto de 2018, e mais de 34 mil bots criados no BLiP – plataforma para construção, gestão e evolução de chatbots da Take.

Cursos de formação

Quem busca uma ajuda formal em como ler melhor para crianças também tem à disposição dois cursos gratuitos oferecidos pelo Itaú Social. Eles estão disponíveis no ambiente de formação chamado Polo (www.polo.org.br), que oferece conteúdos chancelados para professores, gestores escolares e de organizações da sociedade civil (OSCs) e técnicos de secretarias de educação.

Infâncias e Leituras

Oferecido em parceria com o Laboratório Emília de Formação, o curso incentiva práticas de leitura do adulto para e com a criança, como oportunidade de fortalecer vínculos e participar ativamente na educação desde a primeira infância. O papel dos mediadores de leitura e a construção de uma biblioteca para a faixa etária de 0 a 6 anos também são abordados. Ao final do curso é possível solicitar um acervo de livros infantojuvenis, desde que se atenda aos critérios informados.

Leitura para bebês

Com objetivo de contribuir para o planejamento de situações de leitura e levantamento de expectativas de aprendizagens para bebês e crianças bem pequenas, o curso oferece referenciais teóricos, planejamento e critérios para escolha de títulos – buscando que elas desenvolvam familiaridade com os livros, tenham interesse em folheá-los e em ouvir sua leitura, desenvolvendo uma progressiva, atenta e interessada escuta. A carga horária é de 10 horas.

MAIS DA MESMA CAMPANHA
MAIS DE Itaú
MAIS DE DPZ&T